El Niño fraco deve provocar inverno chuvoso no Sul


Para o resto do país, há alerta com períodos de seca a partir de dezembro, informa a Climatempo

De acordo com boletim do Conselho Permanente de Meteorologia Aplicada do Estado do Rio Grande do Sul (Copaaergs), as anomalias de temperatura na região favorecem a manutenção da umidade e das chuvas acima do padrão, especialmente na parte norte do Rio Grande do Sul.

Por outro lado, as condições de temperatura no oceano Atlântico, próximo à costa da região Sul do Brasil, tende a favorecer a inversão no padrão de chuva no Rio Grande do Sul conforme o El Niño perca força.

“Os prognósticos apontam para o predomínio de temperaturas médias dentro e pouco acima do padrão durante este trimestre, mas ainda poderão ocorrer períodos curtos de frio intensos, com ocorrência de geadas”, aponta a instituição em nota.

De acordo com a Climatempo, como é esperado um El Niño da fraca magnitude, não são esperados grandes prejuízos durante a próxima safra (2019/20), já que as estiagens não serão prolongadas. O problema maior, afirma a empresa, é esperado para a segunda safra, quando as estiagens podem ter um papel importante.

“Com o padrão de chuva irregular esperado para o verão, é esperado que algumas regiões como o Matopiba, norte do Mato Grosso e centro de Minas Gerais sofram com as estiagens pontuais que devem ocorrer a partir de dezembro”, aponta a empresa em nota.

Anterior EUA vendem 2,4 mil t de carne suína para China na semana, diz USDA
Próxima Rally da Safra: Produção de milho safrinha deve bater recorde