EUA vendem 2,4 mil t de carne suína para China na semana, diz USDA


Importações chinesas ocorrem em meio ao acirramento dos conflitos comerciais entre os dois países
 
 
Exportadores dos Estados Unidos venderam 2,4 mil toneladas de carne suína para a China na semana encerrada em 6 de junho para entrega em 2019, de acordo com o relatório semanal de exportações publicado nesta manhã pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). Apesar de representar recuo de 86% ante o reportado na semana anterior, foi a quarta semana seguida de vendas do produto norte-americano para o gigante asiático.
 
Outras 2,7 mil toneladas foram comercializadas para Hong Kong. O volume representa 10,3% do total vendido pelos EUA na semana, de 23,1 mil toneladas.
 
No mesmo período, foram embarcadas para o país asiático 5,2 mil toneladas de carne suína norte-americana, de contratos previamente fechados. Para o ano comercial 2020, foram vendidas 200 toneladas para a China.
 
As importações chinesas ocorrem em meio ao acirramento dos conflitos comerciais entre os dois países. A China, entretanto, tem apresentado maior necessidade de importação de proteína animal por causa da peste suína africana, que vem afetando o plantel do país.
 
Ainda que o volume das vendas desta semana representem menos da metade do vendido na semana anterior, a notícia pode impulsionar os futuros de suínos, negociados na Bolsa Mercantil de Chicago (CME, na sigla em inglês).
Anterior Anúncio do Plano Safra deve ser feito na próxima terça-feira
Próxima El Niño fraco deve provocar inverno chuvoso no Sul